Sobre Nós

Nós somos Profissionais

Bem Vindos a Digipulso Produtos Ortopédicos e Esportivos.

A Digipulso acumula experiência de mais de duas décadas no ramo de órtese e acessórios esportivos, iniciou suas atividades na fabricação de material esportivo como tornozeleiras, meiões, caneleiras, joelheiras, panturrilheiras, cochal e cotoveleiras e munhequeiras além de outras linhas que foram surgindo posteriormente.

A Digipulso é uma das fábricas referência na área de órtese e produtos da linha ortopédica, além de fabricar mais de 50 itens, investe em pesquisa de novas tecnologias e matéria - prima.

Fabricamos uma linha de primeira qualidade, com o NEOPRENE, de uso terapêutico, o neoprene composto de borracha sintética e térmica permite maior capacidade de retenção de calor, facilitando a circulação sanguínea e protegendo de forma eficiente os músculos, tendões e articulações.

Com uma produção de mais de 45.000 unidades/mês, a Digipulso, atende não só o Brasil, mas também conquistou ampla e conceituada participação em toda a América Latina.

Com o crescimento da indústria e estruturada para atender uma demanda de mercado, também nos especializamos na fabricação de EPIs, como máscaras de tecido, de camada dupla reutilizável e lavável, para atendimento a população brasileira, para proteção contra o vírus do coronavírus, como outros transmissíveis.

Missão

Disponibilizar produtos de alta qualidade para auxiliar na prevenção e reabilitação de lesões.

Visão

Ser empresa referência com reconhecimento nacional no segmento de produtos ortopédicos e esportivos.

Valores

Valorização humana dos colaboradores, ética profissional, compromisso social e respeito as pessoas.

Propósito

Tudo o que nós fazemos é porque acreditamos que para ter uma saúde plena é preciso aliar conforto, bem-estar, qualidade e tecnologia, desenvolvendo produtos bonitos e eficientes para a sua saúde como produtos de EPI's(Equipamentos de Proteção Individual), ortopédicos, cintas modeladoras, fitness, esportivos e acessórios.

Nossas Soluções

Representa uma síndrome de dor nos membros superiores, com queixa de grande incapacidade funcional, causada primariamente pelo próprio uso dos membros superiores em tarefas que desenvolvem movimentos locais ou posturas forçadas.

A ergonomia, ou human factors (fatores humanos) ou human factors & ergonomics (fatores humanos e ergonomia), expressões pelas quais é conhecida nos Estados Unidos da América, é a disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema, e também é a profissão que aplica teoria, princípios, dados e métodos para projetar a fim de otimizar o bem-estar humano e o desempenho geral de um sistema.

Aplicações

Os mais de vinte subgrupos técnicos da Sociedade de Fatores Humanos e Ergonomia (Human Factors and Ergonomics Society - HFES) indicam a ampla faixa de aplicações desta ciência. A engenharia de fatores humanos continua a ser aplicada na, envelhecimento, transporte, ambiente nuclear, cuidados de saúde, tecnologia da informação, projeto de produtos (design de produto), ambientes virtuais e outros. Kim Vicente, professor de ergonomia da Universidade de Toronto, afirma que o acidente nuclear de Chernobil pode ser atribuído ao fato de os projetistas da instalação não prestarem suficiente atenção aos fatores humanos. "Os operadores eram treinados, mas a complexidade do reator e dos painéis de controle ultrapassavam sua habilidade de perceber o que eles estavam vendo, durando o prelúdio do desastre."

Assuntos de ergonomia também aparecem em sistemas simples e em produtos de consumo. Alguns exemplos incluem telefones celulares e outros dispositivos computacionais manuais que continuam diminuindo de tamanho e se tornando cada vez mais complexos. Milhares de gravadores de vídeo-cassetes continuam piscando “12:00” em todo o mundo, porque poucas pessoas conseguem descobrir como programá-los, ou relógios despertadores que permitem usuários sonolentos inadvertidamente desligar o alarme quando pretendiam somente silenciá-lo momentaneamente.

Um projeto centrado no usuário, também conhecido como abordagem de sistemas, ou ciclo de vida da engenharia de usabilidade ajuda a melhorar o ajuste entre usuário e sistema.

A dor nas articulações, também chamada de dor articular, é uma sensação de desconforto, dor ou incômodo em uma ou mais articulações do corpo. Dor nas articulações pode ocorrer com ou sem movimento muscular e pode ser grave o suficiente para limitar o movimento. As pessoas também costumam descrever a dor nas articulações como desconforto, inflamação, sensação de queimação ou rigidez.

As articulações são estruturas complexas incluindo, além das extremidades ósseas, cartilagem, membrana sinovial, ligamentos, tendões e bursas e é graças a elas que conseguimos nos mexer. As articulações se movimentam constantemente, de modo que problemas não são incomuns nessas regiões.

Inúmeras outras causas podem estar por trás da dor nas articulações. Veja:

  • Doenças autoimunes, como artrite reumatoide e lúpus
  • Condromalácia patelar
  • Gota (especialmente no dedão do pé)
  • Doenças infecciosas, que incluem-Síndrome viral de Epstein-Barr
  • Hepatite A, B ou C
  • Gripe
  • Doença de Lyme
  • Sarampo
  • Caxumba
  • Parvovirose
  • Febre reumática
  • Rubéola
  • Varicela (catapora)
  • Lesões, inclusive fratura.
  • Osteomielite
  • Artrite séptica
  • Tendinite
  • Esforço fora do normal ou uso excessivo, incluindo tensões ou torções.